WhatsApp

21 97559-1731

Justiça determina retirada de fake news sobre Marina Silva - GNews o Portal de Notícias de São Gonçalo, Itaboraí, Niterói, Maricá e Região

Política

08/06/2018 às 08h25 - Atualizada em 08/06/2018 às 08h52

Justiça determina retirada de fake news sobre Marina Silva

Camilla Galeano
São Gonçalo - RJ

(Foto: Alexsandro Oliveira)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pela primeira vez, agiu ordenando a retirada de um fake news da internet. O Ministro substituto, Sérgio Banhos determinou que o facebook retirasse do ar um perfil anônimo que divulgava fatos ilegítimos sobre a ex-senadora e pré-candidata à Presidência da República, Marina Silva. Após a decisão, tomada na última quinta-feira (7), o facebook tem 48 horas para remover o conteúdo, além de fornecer os dados dos administradores do conteúdo.

A decisão veio após uma ação do partido de Marina, Rede Sustentabilidade, alegar que foram publicados cincos textos que ligavam Marina a práticas de corrupção.
De acordo com o partido, a ex-senadora não é investigada em nenhum processo em andamento na Justiça.

Com a decisão, o ministro afirmou que, apesar de a Constituição garantir a liberdade de expressão, a proteção não se aplica a casos de manifestação anônima. “Devemos estar dispostos e engajados em fazer destas eleições uma disputa leal, com incondicional respeito às regras do certame eleitoral, demonstrando fidelidade às instituições e ao regime democrático”, explica o ministro.

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 37 VEZES

Comentários

Veja também

GNews o  Portal de Notícias de São Gonçalo, Itaboraí, Niterói, Maricá e Região
Editoriais
© Copyright 2018 Todos os direitos reservados
 
SejaHost Streaming e Hospedagem